24.11.11

"Por anos, eu bebia e abusava no uso de drogas por causa do que eu fiz naquele dia"

Uma das histórias mais ousadas (talvez a "mais ousada de todas") não poderia ser de outro grupo: Guns N' Roses. Famosos por suas extravagâncias com drogas, bebidas, quartos de hotéis quebrados e por andarem com Strippers antes da fama, uma música em especial é símbolo do que Axl Rose e sua turma (quando ainda era com a formação original) era capaz. Que eles mudaram para sempre a história do Hard Rock todo nós sabemos, mas o que poucos sabem é o que aconteceu durante a gravação do seu primeiro disco, o "Appetite for Destruction".


Antes de serem famosos, os Guns tocavam na noite americana e, segundos os próprios afirmam até hoje, suas fiéis companheiras eram as strippers dos locais onde frequentavam/tocavam e terminavam a noite. Uma dessas meninas era Adriana Smith, de 19 anos, que acabou se tornando namorada do baterista da formação original, Steven Adler. Porém, uma traição do músico mudaria para sempre a história.





A bela Adriana Smith (direita), uma das muitas strippers que conviviam com os Guns N' Roses (Reprodução)

Corria o ano de 1987, Axl Rose trabalhava há meses no álbum que seria o divisor de águas do grupo, quando na obscena música "Rocket Queen" (em português, algo como "Rainha Foguete"), sentiu falta de algo que desse veracidade à obra. Num dos dias de trabalho, após encontrar Adriana bêbada no estúdio entre as muitas das farras, propôs a namorada do amigo que "ajudasse" na faixa que estavam gravando. A proposta? Que pudesse ceder seus gemidos de orgasmo. Mas não foi simplesmente um gemido, como a própria Adriana narra:

"Eu estava namorando o baterista (Steven Adler) na época e nós sempre discutíamos sobre eu ser ou não namorada dele... Eu estava me embebedando no estúdio e Axl me fez uma proposta. Axl e eu sempre tivemos uma espécie de tentação, e uma vez que ficamos juntos, foi como fogo e gasolina"




Steven Adler, seu ex-namorado e ex-baterista dos Guns com Adriana Smith (Reprodução)

Visando se vingar do baterista, Adriana aceitou a ousada proposta de transar com Axl Rose para que "o som do amor" fosse introduzido na faixa que, entre outros versos, fala sobre o desejo sexual.
Numa das salas do estúdio em Manhattan (Nova Iorque), escura e totalmente desconfortável, diversos microfones foram colocados. Axl levou a namorada do amigo de banda para lá e, sem cerimônias, todo ato sexual foi gravado em uma fita pelo produtor do disco, Vic Deyglio, que usou recursos técnicos avançados para a época. Um dos microfones captava diretamente Adriana.

Se para a moça era um momento de diversão durante um porre, incluindo ataques de risos em meio ao ato, Axl auxiliava a moça para uma perfomance real e profissional. "Vamos lá, Adriana, tem que ser de verdade", Rose dizia, ofegante, com uma pausa no meio do coito. "Pára de fingir!".



Uma fita com aproximadamente 35 minutos foi gravada, onde o gemido de prazer da jovem foi editado e colocado na faixa, para satisfação de Axl. Seus sons orgásticos (que acabaram bem altos na mixagem da última faixa de Appetite for Destruction) são de verdade. Uma ousadia bem ao estilo Sexo, Drogas e Rock'n Roll.

Após tomar consciência do que havia feito, já sóbria, Adriana estava coberta de vergonha e aquela noite a assombrou durante anos:

"Acabei bebendo e usando drogas durante um tempão para esquecer. Sentia uma vergonha extrema, culpa e tal. Fui levada pela vingança e também a bebida. Eu sei que errei" - afirma hoje, a senhora Adriana Smith, com 41 anos e que não vê o "parceiro de gravação" há mais de 13 anos.

Quando Steven Adler soube do ocorrido ficou louco e teve "um chilique da porra", segundo Adriana. Adler, inclusive, recorreu ao seu maior vício para suplantar o fato: uso de heroína. Já viciado antes da história com a ex-namorada, o mesmo problema de uso constante o levou a ser expulso da banda, quatro anos depois.

Atualmente Smith está sóbria há 15 anos, trabalha como conselheira de álcool e drogas, além de ser vocalista de uma banda local chamada "Ghost In The Graveyard" que, inclusive, lançou uma música dedicada ao Axl Rose:

"Axl planejava me levar à estrada com eles, para termos shows de sexo ao vivo por trás de uma tela no palco. Aquele cara é um gênio, cheio de idéias loucas. Provavelmente, eu perdi um monte de dinheiro, mas não queria ser vista como uma groupie que roubava namorados."
 

Adriana Smith atualmente (reprodução)

PS: Appetite for Destruction, para mim, é um dos 5 maiores discos da história do Rock e "Rocket Queen" é uma das minhas prediletas do Guns, que é a minha banda de rock preferida.


Ouça os gemidos na faixa original, entre 2:30 e 3:10 minutos:

 


BÔNUS
 
Já que citamos a música, ouçam uma versão maravilhosa de "Rocket Queen", interpretada pela banda norueguesa Sandmarx, descoberta por mim através do Youtube. A vocalista tem uma das vozes mais lindas que já ouvi e se chama Sandra Szabo:



23.11.11


Há exatamente 30 anos o MAIOR TIME DA HISTÓRIA DO BRASIL depois do Santos de Pelé, conquistava a América, em pleno Estádio Centenário de Montevidéu, contra o Cobreloa do Chile, e rumava para GOLEAR o Liverpool no Mundial.

Essa história e a batalha que foi o jogo, com os chilenos apelando para a violência, todos nós sabemos. O que não sabemos é a emoção que esse episódio carrega para a história de cada rubro-negro. Cada gol feito virou lembrança eterna, cada jogador em campo virou herói... E o time virou mito.

Hoje, exatamente hoje, quando discute-se que o atual time não joga com beleza e muito menos com amor ao FLAMENGO, Zico e seus guerreiros pedem passagem:

FLAMENGO 2 x 0 COBRELOA

23.11.1981 - Segunda-feira
Estádio Centenário de Montevidéu - Uruguai
Público: 30.200
Árbitro: Roque Cerullo (Uruguai)
Assistentes: Juan Cardelino e Ramón Barreto (ambos do Uruguai)
Gols: Zico 13' do 1°tempo e 31' do 2°tempo)
Expulsos: Alarcon 20' e Andrade 36' do 1°; Anselmo 42', Jimenez 44' e Mario Soto 44' do 2°tempo.

FLAMENGO: 20-Raul, 19-Nei Dias, 4-Marinho, 14-Mozer e 5-Júnior; 6-Andrade, 2-Leandro e 10-Zico(c); 12-Tita, 9-Nunes (25-Anselmo) e 8-Adilio;
Técnico: Carpegiani

COBRELOA: 1-Wirth, 2-Tabilio, 3-Paez (7-Muñoz), 4-Mario Soto(c) e 20-Escobar; 14-Alarcon, 6-Jimenez, 8-Merello e 11-Puebla; 9-Siviero e 15-Washingtion Oliveira;
Técnico: Vicente Cantatore (Argentino)


21.11.11



Como uma das novidades e reformulações, lanço hoje a nova coluna, a "Estúdio Musical". Toda sexta-feira (com exceção de hoje que é a estreia) irei contar algumas das mais curiosas passagens ou momentos musicais, que pouca gente conhece e que marcou para sempre a história da música.

Teremos uma hoje e, excepcionalmente nesta sexta, uma outra, com uma história curiosa e até abusada sobre os Guns N' Roses.

Na coluna de lançamento conto a história mais famosa da Música Popular Brasileira, que terminou com uma herança tão valiosa para a nossa cultura, que até hoje rende estudos acadêmicos: Noel Rosa x Wilson Batista.

Entendam a polêmica e divirtam-se!

Para entendermos o que ocorreu, precisamos nos transportar para o Rio de Janeiro do começo do século XX, mas precisamente na década de 20, onde os direitos autorais não existiam com tanta regulamentação. O que realmente valia era a palavra e o testemunho dos amigos. O samba era discriminado e visto como algo marginalizado, bem como acontece hoje em dia com o funk na sociedade: Som oriundo de favela e de pessoas de classe baixa.

(APÓS O VÌDEO, VEJA A LETRA DE CADA SAMBA CITADO)

Tudo começou com o lançamento da música “Lenço no Pescoço”, onde Wilson Batista falava de maneira pejorativa do malandro sambista, dizendo que o mesmo trazia navalha no bolso e não gostava de trabalhar. Noel Rosa ouviu aqueles versos de dentro de um bar, durante uma de suas muitas noites boêmias e resolveu "responder" a canção com “Rapaz Folgado”, onde desmentia a imagem do sambista e dizia ser, segundo a descrição do outro sambista, "palavra derrotista".

Wilson foi avisado da música criada pelo Noel e contra atacou com “Mocinho da Vila”, que zombava da fama de "doutor" do bacharel nascido na Vila Isabel. Mas mexer com seu bairro querido era mexer em toca de leão! Com “Feitiço da Vila”, o sambista fez história na música brasileira e ainda fez uma apologia ao samba da sua área.

Batista então compôs “Conversa Fiada”, sempre irônico e magistral na provocação, mas Noel, revoltado com as palavras colocadas pelo "inimigo", atacou com “Palpite Infeliz (uma das minhas músicas prediletas do Noel) e de um teor agressivo pouco conhecido do mesmo.

Então Wilson, já sem argumentos, o rival fez “Frankstein da Vila”. A letra tratava do defeito de nascimento do Poeta da Vila, devido a um fórceps. Péssimo gosto do talentosíssimo sambista…

Só que Noel não respondeu por algum tempo, mas depois fez a "João Ninguém" e ainda pegou uma melodia do Wilson, colocando uma letra, fazendo as pazes. Chama-se “Deixa de ser convencido”

Os sambistas voltaram a se falar e compuseram muitas outras obras, mas nenhuma outra teve tanto valor quanto as colocadas por eles na "disputa". Momento nunca mais visto na MPB e que lançou os mesmos à fama.

Quem venceu a disputa? A Música Popular Brasileira! Ganhamos obras-primas e cada qual com seu talento, Wilson na ironia ácida e muita malandragem e Noel Rosa com toda elegância e classe nas canções.

Confira todas músicas no vídeo, leia as letras e relembre um momento único na história:



Vejam a disputa:

Lenço no Pescoço

Wilson Batista

Meu chapéu do lado
Tamanco arrastando
Lenço no pescoço
Navalha no bolso
Eu passo gingando
Provoco e desafio
Eu tenho orgulho
Em ser tão vadio

Sei que eles falam
Deste meu proceder
Eu vejo quem trabalha
Andar no miserê
Eu sou vadio
Porque tive inclinação
Eu me lembro, era criança
Tirava samba-canção
Comigo não
Eu quero ver quem tem razão

E eles tocam
E você canta
E eu não dou

x

Rapaz Folgado

Noel Rosa

Deixa de arrastar o teu tamanco
Pois tamanco nunca foi sandália
E tira do pescoço o lenço branco
Compra sapato e gravata
Joga fora esta navalha que te atrapalha

Com chapéu do lado deste rata
Da polícia quero que escapes
Fazendo um samba-canção
Já te dei papel e lápis
Arranja um amor e um violão

Malandro é palavra derrotista
Que só serve pra tirar
Todo o valor do sambista
Proponho ao povo civilizado
Não te chamar de malandro
E sim de rapaz folgado

——————————————————————————————————————————–

Mocinho da Vila

Wilson Batista


Você que é mocinho da Vila
Fala muito em violão, barracão e outros fricotes mais
Se não quiser perder
Cuide do seu microfone e deixe
Quem é malandro em paz
Injusto é seu comentário
Falar de malandro quem é otário
Mas malandro não se faz
Eu de lenço no pescoço desacato e também tenho o meu cartaz

X

Feitiço da Vila

Noel Rosa
Composição: Noel Rosa / Vadico

Quem nasce lá na Vila
Nem sequer vacila
Ao abraçar o samba
Que faz dançar os galhos,
Do arvoredo e faz a lua,
Nascer mais cedo.

Lá, em Vila Isabel,
Quem é bacharel
Não tem medo de bamba.
São Paulo dá café,
Minas dá leite,
E a Vila Isabel dá samba.

A vila tem um feitiço sem farofa
Sem vela e sem vintém
Que nos faz bem
Tendo nome de princesa
Transformou o samba
Num feitiço descente
Que prende a gente

O sol da Vila é triste
Samba não assiste
Porque a gente implora:
“Sol, pelo amor de Deus,
não vem agora
que as morenas
vão logo embora

Eu sei tudo o que faço
sei por onde passo
paixao nao me aniquila
Mas, tenho que dizer,
modéstia à parte,
meus senhores,
Eu sou da Vila!


—————————————————–


Conversa fiada

Wilson Batista


É conversa fiada dizerem que o samba na Vila tem feitiço
Eu fui ver para crer e não vi nada disso
A Vila é tranqüila porém eu vos digo: cuidado!
Antes de irem dormir dêm duas voltas no cadeado
Eu fui à Vila ver o arvoredo se mexer e conhecer o berço dos folgados
A lua essa noite demorou tanto
Assassinaram o samba
Veio daí o meu pranto

X

Palpite Infeliz

Noel Rosa
Composição: Noel Rosa / Araci de Almeida

Quem é você que não sabe o que diz?
Meu Deus do Céu, que palpite infeliz!
Salve Estácio, Salgueiro, Mangueira,
Oswaldo Cruz e Matriz
Que sempre souberam muito bem
Que a Vila Não quer abafar ninguém,
Só quer mostrar que faz samba também

Fazer poema lá na Vila é um brinquedo
Ao som do samba dança até o arvoredo
Eu já chamei você pra ver
Você não viu porque não quis
Quem é você que não sabe o que diz?

A Vila é uma cidade independente
Que tira samba mas não quer tirar patente
Pra que ligar a quem não sabe
Aonde tem o seu nariz?
Quem é você que não sabe o que diz?


———————————————————


Frankenstein da Vila

Wilson Batista

Boa impressão nunca se tem
Quando se encontra um certo alguém
Que até parece um Frankenstein
Mas como diz o rifão: por uma cara feia perde-se um bom coração
Entre os feios és o primeiro da fila
Todos reconhecem lá na Vila
Essa indireta é contigo
E depois não vá dizer
Que eu não sei o que digo
Sou teu amigo

X

Deixa de ser convencida

Composição: Noel Rosa e Wilson Baptista (1935)

Deixa de ser convencida
Todos sabem qual é
Teu velho modo de vida

És uma perfeita artista, eu sei bem,
Também fui do trapézio,
Até salto mortal
No arame eu já dei.

E no picadeiro desta vida
Serei o domador,
Serás a fera abatida

Conheço muito bem acrobacia
Por isso não faço fé
Em amor, em amor de parceria
(Muita medalha eu ganhei!)

27.10.11

A grande vencedora da promoção foi Vanessa Velamil, de Niterói!

A frase foi: Eu quero ganhar um DVD do Bacharel Carioca porque novamente quero assistir os Guns cantando na chuva, como uma história de cinema!

Parabéns, Vanessa! A equipe do Bacharel Carioca vai entrar em contato com você via email para envio ou recebimento em mãos do DVD!

Fiquem ligados, mais promoções virão aí! Para concorrê-las, curtam a nossa página no Facebook.

29.9.11

Milhares de pessoas vão ao Rock in Rio e outras milhões assistem pela TV, Internet e redes virtuais, mas o que todos nós temos em comum é o gosto por ouvir a música do artista em um momento único, certo?

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK, CLICANDO AQUI E CONCORRA A UM DOS SHOWS EM HD DVD DO SEU ARTISTA PREFERIDO, NESSE ROCK IN RIO.

Pois então, com isso, resolvi por conta própria editar alguns aúdios dos shows COMPLETOS dos principais artistas que passaram pelo Rock in Rio. São mais de 20 horas de músicas e com qualidade impecável. Em alguns é possível ouvir até conversa entre músicas, por causa da captação de áudio.

Espero que gostem. Assim que terminar o Rock in Rio, prometo editar os demais e completá-los.

OBS: Caso repostem em seus blogs ou coloquem o link em alguma rede social, por favor, deem os créditos ao BACHAREL CARIOCA. Caso contrário, deletarei todos os áudios da minha pasta.

PARA BAIXAR, CLIQUE SOBRE OS ARTISTAS

Sexta-Feira - Dia 23 de Setembro

Abertura + Titãs + Paralamas

Katy Perry

Elton John

Rhianna


Sábado - Dia 24 de Setembro

NxZero

Stone Sour

Capital Inicial

Snow Patrol

Red Hot Chilli Peppers


Domingo - Dia 25 de Setembro

Coheed & Cambria

Motorhead

Slipknot

Metallica

Quinta-Feira - Dia 29 de Setembro

Joss Stone

Legião Urbana + Orquestra Sinfônica Nacional e Convidados (Tributo a Renato Russo)

Janelle Monáe (Apenas abertura, Faster e Locked Inside, por problemas no áudios)

Ke$ha

Jamiroquai

Stevie Wonder


Sexta-Feira - Dia 30 de Setembro

Marcelo D2

Jota Quest

Ivete Sangalo

Lenny Kravitz

Shakira


Sábado - Dia 1ª de Outubro

Skank

Maná

Maroon 5

Coldplay

Domingo - Dia 2 de Outubro

Detonautas

Pitty

Evanescence

System Of A Down

Guns N' Roses

26.9.11

Dedicada exclusivamente ao metal e trazendo lendas do gênero como Motorhead e deixando de fora do Palco Mundo Sepultura e Angra, a terceira noite do primeiro final de semana do Rock in Rio foi a mais agitada e com maior número de pessoas.

Angra e a musa dos Metaleiros Tarja Turunen esquentaram com muito metal e até uma reprodução heavy metal de O Fantasma da Ópera, no Palco Sunset. Depois veio o Sepultura com os Tambores do Brounx, num verdadeiro espetáculo.

Já no Palco Mundo, a Glória começou sendo vaiada nas primeiras músicas, mas após fazer um cover da extinta banda Pantera, sacudiu e conquistou o público. Em seguida veio a Coheed and Cambria, que com som ao melhor estilo Iron Maiden, sacudiu a galera e preparou terreno para a lendária Motorhead. A banda consagrada e inspiradora de outras como Metallica, Iron e até no estilo punk americano do Ramones, fez a alegria de todos.

Mas as duas atrações mais aguardadas da noite fizeram jus à espera: Slipknot e Metallica fizeram shows históricos no Rock in Rio IV. Dignos de entrarem para a história, com Corey Taylor, vocalista da banda mascarada, dominar a platéia ao ponto de mandarem se ajoelhar!!!!!!!!

Confira como foram os shows, NA ÍNTEGRA:

Angra e Tarja



Glória e Sepultura




Slipknot



Metallica

25.9.11

Ontem tivemos o tão aguardado show do Red Hot Chili Peppers. A banda californiana se tornou febre entre os adolescentes da virada do século XX e início desse por sua irreverência no palco e músicas que misturam batida funk da bateria do Smith com os solos enfurecidos do (considerado por muitos o melhor do mundo) baixista Flea.

Anthony continuava com o jeito despojado de cantar, sempre irreverente nas vocalizações e impecável nas interpretações. O guitarrista Josh, substituíndo o grande John Frusciante que está de férias forçadas do grupo, manteve o nível das inúmeras improvisaçõs entre as músicas. Os sucessos mais famosos não faltaram, como Can't Stop, Otherside, Californication, By The Way e Around The World

Após uma das melhores apresentações do Rock in Rio III, em 2001, voltaram em 2011 maduros, com um repertório mais variado, extenso e com mais sucessos ainda! Novamente um show histórico, mas esse para marcar uma página no livro dos momentos eternos do Festival.

Se você perdeu, curta aí o show completo.

24.9.11

Perdeu algum show da primeira noite do Rock in Rio? Então aqui vão alguns vídeos dos show completos do evento:

Abertura - Paralamas + Titãs (Com Milton Nascimento cantando "Love Of My Life" e Maria Gadu)



Kate Perry - Com direito a beijo no "Júlio, de Sorocaba", troca de roupa e um beijo especial aos brasileiros e argentinos

22.9.11

Vai começar a IV Edição do Rock in Rio e muitos jovens irão pela primeira vez. Muitos até confundem Rock in Rio como um evento musical qualquer. Pois então vamos deixar algumas dicas sobre #VergonhaAlheia.

Atenção, NÃO OS COMETA!



21.3.11

Quem tem Twitter deve ter se divertido aos montes na noite desse domingo. Embalados pela festa de aniversário do Ronaldinho Gaúcho, que tinha previsão para começar às 22 horas de ontem, os usuários da rede social criaram a tag #FestadoR10. Por mais de 12 horas ficou nos Trending Topics (os assuntos mais comentados no Twitter).

O motivo do sucesso não foi a festa em si, mas a farra que os twitteiros criaram com a citação. Todos que postavam, brincavam estar no evento e faziam trocadilhos com os jogadores e possíveis convidados de forma muito criativa. As brincadeiras tomaram conta até das páginas de portais de notícias, tamanha a repercussão.
Para quem não pode ver ou não tem Twitter, postarei algumas das divertidas mensagens:


@Brguedes

Goleiro Bruno já chegou na festa e está responsável por cortar a carne do churrasco #festadoR10

Bruno levou seu amigo Macarrão, que já se oferece para apagar a velinha #festadoR10

Joel Santana está lá fora conversando com David Beckham. E em inglês!!!!!! #festadoR10

Egídio ainda não chegou, segundo informações, está perdido porque errou no cruzamento #festadoR10


Adriano está na pick-up, dando uma de DJ! Nesse momento, tocando "Rap das Armas" #festadoR10

Muricy acabou de ir embora, estava irritado porque o animador da festa estava fantasiado de Mickey Mouse #festadoR10

MOMENTO DE TENSÃO NA FESTA! ACONTECEU ALGUMA COISA! Presidente do Botafogo acaba de chegar chorando na #festadoR10

Todos agora brincam de "gato e rato". Presidente do Fluminense se recusa. Coisas que só acontecem na #festadoR10

Que pena! Uma fatalidade na #festadoR10. Deco caiu sozinho e se lesionou!

Bruno César acabou de chegar na #festadoR10, gritou "Estou na área" e Godói deu pênalti pro Corinthians!

Felipe Melo chegou! E chegou com tudo! Não é falta pra cartão, Arnaldo? #festadoR10

Émerson Sheik acabou de ligar pro Ronaldinho e avisou que não pdoerá ir a festa, recebeu proposta para uma outra! #festadoR10

Quem diria, Milton Neves também está na festa! E tirando foto com sua nova Tek Pix 200, que tira até mil fotos por segundo... #festadoR10

Rubinho foi convidado, mas ainda não chegou na #festadoR10

Está rolando uma animada disputa de Sueca entre as equipes, na sala! Corinthians foi o primeiro eliminado #festadoR10

Diego Souza e Éder Luis estão gritando "É campeão". Ronaldinho pede que desliguem o Playstation e venham beber com todos da #festadoR10

Anderson Silva acaba de chegar mas recebe instruções do Ronaldinho, para sua própria segurança, se afastar do Felipe Melo. #festadoR10


Wagner Moura chega aos berros na #festadoR10: "Cadê o Val Baiano? CADÊ O VAL BAIANO, PORRA?!"

Diego Cavalieri trouxe bastante frango pro churrasco da #festadoR10

Numa festa nota 10, não poderia faltar a Beija-Flor! #festadoR10

Opa, o time do Fluminense acabou de subir pra #festadoR10! E pelas portas do fundo...

Bruno levou uma amiga pra passear no jardim da #FestadoR10. Ela disse que estava com medo. Ele respondeu: Imagina eu, que voltarei sozinho?

@Rafael_Leitao

Muricy canta pro R10 - A sua piscina ta cheia de ratoooooos!!!! #FestaDoR10

Assis faz leilão pelo primeiro pedaço de bolo #festadoR10

O segundo convidado a chegar foi um jogador do Vasco #festadoR10

SOMALIA FOI CONVIDADO, MAS LIGOU PRO R10 E DISSE QUE FOI SEQUESTRADO, POR ISSO NÃO CHEGOU AINDA! #FestadoR10

Willians chega na festa e rouba o bolo #FestaDoR10

Neymar chega e convida o Dorival Jr para se retirar #FestaDoR10

Tulio Maravilha mete gol no totó, no PES e no gol a gol e diz que só falta 5 pra chegar no milésimo... #FestadoR10

O @oclebermachado chega na #festadoR10. Ou não.

LOCO ABREU DEU UMA CAVADINHA NO JARDIM E ENCONTROU WALTER MINHOCA TENTANDO ENTRAR SEM CONVITE. #FestaDoR10

@DiiXavi

O céu do Rio de Janeiro esta sem estrelas estão todas presentes na #festadoR10

@LuizJunFla

Cristiano Ronaldo vai ao banheiro se maquiar e percebe que deixaram um Negueba dentro do vaso #festador10

@PedrooFranco

Assis ainda nao comprou seu presente pro irmão,no momento negocia com TRÊS lojas. #festadoR10

@TCoimbra_7

Bruno diz qe só vai participar do enterro dos ossos #festador10 #fail

@Siloels

sentindo fortes dores, Fred, Sheik e Deco saem da festa sem previsão de volta #FestadoR10


Se você também se divertiu durante a noite desse domingo, poste as suas!
Abração

14.2.11


Acabou.

Chegou ao fim (oficialmente, porque desde 2007 não há futebol nele) a carreira de um dos maiores jogadores de todos os tempos.

Cada geração tem seu ídolo, seus jogadores inesquecíveis, suas jogadas e seus gols imortais... Ronaldo tem grande participação na minha e no de muitos jovens que cresceram embalados por suas arrancadas e por seus, agora, eternos gols. Como não lembrar de Brasil x Holanda de 1998, onde fez uma das maiores partidas da história da Copa? E o gol salvador, de bico, estilo peladeiro, contra a Turquia, na semi-final, em 2002? E contra a Argentina, em 97, quando humilhou os hermanos com 3 golaços, no amistoso do feriado de 7 de Setembro? Com certeza alguns lembrarão com mais nitidez que outros, porém, dois gols todo mundo lembra: Brasil 2 x 0 Alemanha.

Foi como lavar a alma, depois de quatro anos de sofrimento de perder, quando parecia impossível, o penta na França.

Sofreu, caiu, levantou e virou exemplo para os milhões de brasileiros, virando até slogan de publicidade. Impossível não ter os olhos marejados d'água ao ver aquelas cenas...



E tornou-se o maior goleador em Copas do Mundo. Passou Pelé. Passou o Rei. Para isso, só mesmo sendo um Fenômeno.

Mas num dia em que o futebol perde um dos seus maiores artistas, incetivadores e artilheiros, para que relembrar histórias ruins e que não fizeram parte das quatro linhas?

Que fique registrado o agradecimento de tantos brasileiros, que choraram no dia 12 de julho de 1998, mas também derramaram lágrimas de emoção ao vê-lo chorando, após a substituição, na final de 2002.

Mas o melhor de tudo é poder dizer para meus filhos e netos, assim como meus pais e tios me contaram, que vi um dos maiores de todos os tempos.

Obrigado, Ronaldo.